Quem pode solicitar o visto de investidor nos EUA?

O que acha de sair do Brasil e ir morar em uma das nações mais ricas do mundo? Se você deseja criar novas oportunidades de negócios e proporcionar uma ótima qualidade de vida para sua família, você precisa ler este artigo detalhadamente para saber mais sobre o visto de investidor nos EUA.
Conhecido como EB-5, esse visto pode ser o seu caminho para garantir uma vida confortável em outro país permanentemente. Considerado um dos trajetos mais fáceis para obter a cidadania estadunidense, esse tipo de visto tem sido a opção de empresários, artistas e jogadores de futebol para terem uma residência tranquila no país comandado por Donald Trump.
Para saber mais sobre quais são os pré-requisitos, a realização da aplicação e os seus benefícios, leia atentamente as próximas linhas.

O que é o visto EB-5?

Criado pelo Congresso Americano na década de 1990, o programa EB-5 tem objetivo de estimular o crescimento econômico nos Estados Unidos por meio da injeção de capital estrangeiro e a geração de empregos aos seus cidadãos.
Para integrar esse seleto grupo, é necessário fazer um investimento de no mínimo US$ 500.000,00 (quinhentos mil dólares), em regiões rurais ou com taxa de desemprego 1.5% maior que a média do país, ou de US$ 1.000.000,00 (um milhão de dólares), em áreas gerais.
Se você já tem a intenção de investir em um negócio fora do país, esse é o plano mais favorável para o futuro da sua família. Existem diferentes modalidades de investimento, entre elas: abrir uma empresa por conta própria, trazer uma franquia do seu país de origem, ou ainda, “emprestar” o seu dinheiro para construção ou renovação de hospitais, escolas e outros projetos públicos.
No caso de construção, por exemplo, o valor é devolvido com as devidas correções no final do projeto, além da concessão do Green Card temporário (dois anos). A renovação apenas é possível se o aplicante comprovar que gerou, pelo menos, 10 empregos por meio do seu investimento para cidadãos norte-americanos, refugiados ou imigrantes em situação legal no país, com exceção do cônjuge e dos filhos.

Quem pode aplicar para um EB-5?

Qualquer pessoa com os valores solicitados disponíveis em seu nome e com a comprovação lícita do dinheiro pode se tornar um aplicante. Outro pré-requisito é não ter nenhum processo civil ou criminal em andamento, ou uma condenação, ainda que em primeira instância.
Para se ter uma ideia melhor do processo, apenas 0,9% dos pedidos de imigração para os Estados Unidos são por meio do EB-5. Como já citado anteriormente, apenas um grupo seleto de empresários tem a oportunidade de realizar esse projeto de investimento.
Vale ressaltar que não são quaisquer projetos aceitos pelo governo norte-americano. A viabilidade do processo é confirmada quando o investimento é voltado para áreas ligadas à saúde, educação, construção e comércio.

Como se preparar para a aplicação do visto?

No momento de solicitar o visto de investidor nos EUA, após escolher se vai investir em um projeto já concebido ou abrir um próprio negócio — a primeira opção é a mais indicada e o investimento em construção de imóveis é uma delas —, o segundo passo é organizar a papelada, ou seja, preparar detalhadamente todos os documentos e preencher os formulários solicitados pelo governo.
Todos os pormenores da documentação para o EB-5 estão no site oficial de imigração USCIC, disponível em inglês e espanhol. Além dos documentos pessoais (com tradução juramentada, exceto passaporte), esteja preparado para apresentar a certidão de nascimento ou casamento, os impostos de renda dos últimos três anos e um atual extrato bancário.
Em uma segunda etapa, serão solicitados os documentos da empresa, escrituras de propriedade, entre outros. A fase seguinte é a realização do pagamento do valor pertinente a um Centro Regional (Regional Center) via cartório (escrow).
Com o total de 1.386 Centros Regionais listados no site da USCIC, eles são entidades públicas e privadas que possuem o objetivo de estimular a criação de empregos, o aumento da produtividade, capital e economia regional.
Como mencionado no início desse tópico, também é possível realizar um investimento em empresas já criadas nos Estados Unidos. Os Centros Regionais seriam, portanto, um atalho para essa modalidade de investimento.
Eles também são ótimos para aqueles que querem investir com um baixo risco e menos preocupação, visto que abrir e gerenciar uma companhia em um país estrangeiro requer muita dedicação, tempo e trabalho.
Mais uma vantagem dessa opção é a geração de empregos prevista nas regras de imigração durante os dois anos no país. Com os Centros Regionais, essa determinação é menos rígida, isto é, existe a possibilidade de gerar empregos condicionados ao visto EB-5 indiretamente por meio das empresas em que você aplicou seu capital.

Como é o processo de aprovação do EB-5?

Em sequência dos passos anteriores, a aplicação será investigada e analisada, principalmente a procedência do dinheiro investido com finalidade de comprovar o caráter legítimo do capital. Quando aprovada a origem dos recursos, o aplicante é liberado para dar início ao processo de imigração.
Apesar de ser um processo mais simplificado, ele ainda requer bastante atenção e dedicação. Após enviar todos os documentos, é hora de preencher o formulário I-526 com seus dados pessoais e de todos os familiares, assim como as informações sobre seu futuro investimento nos Estados Unidos.
O departamento de imigração americano deve aprová-lo antes de você dar o pontapé inicial no processo na embaixada americana. O período para receber uma resposta é de três a seis meses, quando será marcada uma entrevista no consulado no Rio de Janeiro.
O objetivo dessa última etapa é avaliar o perfil dos beneficiários. Caso nenhum imprevisto ocorra, o visto será aprovado e todos os membros da família terão 90 dias para entrar nos Estados Unidos.
Depois de dois anos vivendo no país e gerindo seus negócios, chega, finalmente, a etapa final. Durante os primeiros 24 meses, o Green Card é condicional, uma vez que está vinculado a geração de 10 empregos diretos por meio do projeto idealizado. É necessário, portanto, aplicar para uma petição, por meio do formulário I-829, para que seja concedida a residência permanente (permanent resident).

Quais são as vantagens desse processo?

O grande benefício do visto de investidor nos EUA é, se você tem capital para investir, poder “comprar” a sua cidadania norte-americana. Com esse visto, você tem direito de levar o cônjuge e os filhos menores de 21 anos e todos têm direito a trabalhar e a estudar em escolas públicas. Independentemente da região onde se localiza o projeto investido, você pode morar e trabalhar em qualquer lugar dos Estados Unidos.
Por ser um investimento de risco é bom estar muito bem orientado por profissionais qualificados e consciente de todos os trâmites. Apenas a compra de um imóvel, no entanto, não garante essa modalidade de visto, uma vez que não cumpre nenhuma das regras solicitadas para aplicação e é um investimento passivo. Como explicado acima, esse é um processo para gerar lucros e fomentar empregos.
E então, gostou deste artigo sobre o visto de investidor nos EUA? Se você pretende investir em um negócio relacionado a imóveis e construção, dê uma olhada em nosso post sobre os benefícios de comprar uma propriedade na Flórida e garanta a segurança financeira da sua família com essas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *