Visto para os Estados Unidos: Tipos de vistos americanos

visto para morar nos eua

Por questões de exercício de sua soberania e prática de políticas públicas de segurança, todos os países possuem autonomia para regular a entrada de imigrantes no país. 

Participantes ou não de acordos internacionais, que podem facilitar a imigração entre os países aliados, os países podem estabelecer regras próprias para quem quer residir ou visitar seu território.

Para quem deseja viajar para os EUA ou, até mesmo, fixar residência, é preciso pleitear um visto para os Estados Unidos.

São vários os tipos de visto dos EUA e cada um possui suas particularidades (e dificuldades!).

Neste post, vamos te contar um pouco mais sobre os tipos de visto para os EUA e as informações mais importantes sobre cada um desses processos.

Boa leitura!

Quando é preciso ter um visto para os Estados Unidos?

  • Viajar ou passar férias em cidades dos EUA.
  • Fazer tratamentos médicos em solo americano.
  • Realizar negócios e comparecer a eventos de trabalho.
  • Morar nos EUA de forma permanente.
  • Trabalhar nos EUA de forma permanente ou temporária.
  • Estudar nos EUA ou fazer intercâmbios culturais.
  • Entre outras situações mais específicas, como fazer parte da tripulação de navios ou aeronaves comerciais ou passar pelos EUA para chegar em outro destino (país).

Quais são os tipos de visto para os EUA?

Para quem já conhece um pouco do assunto, sabe que quando o tema é visto americano, várias siglas começam a aparecer: “B1”, “B2”, “EB 1”, “EB2”.

Na verdade, são tantas as formas de conseguir o visto para os Estados Unidos, que foram surgindo diversas siglas para determinar qual processo você deve seguir. 

Isso, sem dúvidas, de acordo com seus objetivos: viver de forma temporária, trabalhar, estudar, fixar residência de forma permanente, etc.

Agora, vamos apresentar, de forma resumida, quais são os tipos de visto para os EUA e te ajudar a identificar qual é o melhor formato para você.

1. Pessoas à serviço de seu país e seus familiares (Vistos “A”)

Os vistos da categoria “A” são para os casos em que a pessoa, em razão de seu trabalho, pode obter um visto americano.

No entanto, aqui não estamos falando de qualquer trabalho. As subcategorias de vistos “A” são concedidas para trabalhadores que representem países estrangeiros no exercício de sua função. Ou seja:

  • Embaixadores;
  • Diplomatas;
  • Trabalhadores consulares;
  • Ministros;
  • Chefes de Estado ou de Governo;
  • Funcionários do governo;
  • Militares;
  • Funcionários pessoais de funcionários do seu governo;

Os familiares desses trabalhadores também podem obter o visto. Importante: o visto é obtido em razão do exercício da função. 

Por conta disso, não basta ser, por exemplo, um ministro ou presidente de um país: é preciso que o motivo da viagem ou residência seja o exercício da função profissional. Do contrário, entra em outro tipo de visto.

2. Visto temporário: negócios ou turismo (Visto americano “B”)

Os vistos para os EUA na categoria “B” são conhecidos como vistos temporários. Normalmente conhecidos por serem vistos para realizar negócios ou para viajar pelo país, é o tipo de permissão com permanências de curto período em solo americano.

Visto B1 – Viajantes de negócios

O visto B1 é concedido para pessoas que demonstrem que devem realizar atividades voltadas à negócios em solo americano. Exemplo:

  • Viagens para negociar contratos.
  • Executar testamento com ativos/passivos em solo americano.
  • Participar de conferências ou outros eventos empresariais.
  • Consultar parceiros do seu negócio ou da empresa que trabalha.

Visto B2 – Turismo

O visto B2 é para quem quer visitar os EUA de forma temporária. Veja alguns dos exemplos que justificam o pedido de visto B2:

  • Viajar pelos Estados Unidos.
  • Visitar amigos ou familiares residentes nos EUA.
  • Realizar tratamentos médicos em solo americano.
  • Fazer cursos de curta duração.

Observações sobre o visto para os Estados Unidos da categoria “B”:

Tempo de permanência em solo americano: no caso dos vistos “B1” e “B2”, a limitação de permanência nos EUA pode ser de 06 a 12 meses.

Tempo de duração do visto: no momento de conceder o seu visto “B1” ou “B2”, o governo americano possui a discricionariedade de escolher por qual período o visto terá duração (sem precisar de renovação). O regular é que o tempo de duração do visto não exceda 10 anos.

O que é preciso para tirar o visto americano “B” ou “B2”?

  • A visita aos EUA deve ser temporária para fins de turismo, negócios ou tratamento médico.
  • O visitante não deve ter o ânimo de ficar permanentemente nos EUA.
  • O imigrante deve retornar ao seu país dentro do tempo de validade do visto.
  • O imigrante deve mostrar condições financeiras para garantir a sua permanência autossuficiente em solo americano.

3. Vistos “C” – Trânsito por solo americano

Os vistos para os EUA do tipo “C” são os vistos emitidos para quem precisa passar, em trânsito, por solo americano. 

Os vistos “C” são emitidos para:

  • Pessoas com destino a outro país, mas que precisam passar pelos EUA.
  • Pilotos, comissários de bordo, etc.
  • Diplomatas em trânsito para a sede da ONU (Nova Iorque).

É um visto bastante específico e o mais comum é que os brasileiros estejam interessados em vistos para turismo (temporários), trabalho ou green card.

4. Visto de tripulante (Visto “D”)

O visto de tripulação é um visto temporário e destinado às pessoas que trabalham em navios comerciais ou companhias aéreas internacionais.

O visto “D” possui a duração de 29 dias e dentro deste período o imigrante deve ter deixado o que é considerado solo americano.

5. Vistos de Trabalho nos EUA: Visto “EB”

Os vistos para trabalho nos EUA podem ser temporários ou permanentes (Green Card). 

No post sobre como morar nos EUA legalmente, nós falamos de forma mais detalhada sobre esse tipo de visto, que é muito interessante para os brasileiros que desejam fixar residência nos Estados Unidos.

Aqui, vamos falar de forma mais resumida, para você saber quais são os vistos que o governo americano concede para trabalhadores imigrantes.

Visto “EB 1”: trabalhadores de primeira preferência

Aqui, o governo americano listou  trabalhadores que podem contribuir, de alguma forma, para o país. Assim, foram classificados como trabalhadores de primeira preferência e podem obter um green card para viver de forma permanente em solo americano.

São eles: 

  • Trabalhadores com habilidades extraordinárias: nas ciências, artes, educação, negócios ou esporte.
  • Professores e pesquisadores de excelência: determinados pelo reconhecimento internacional, grandes feitos na área acadêmica e experiência mínima de 3 anos em sua área de reconhecimento. 
  • Gerente ou executivo de multinacional: cargos gerenciais ou executivos em empresas que demonstrem condições de seguir pagando o salário que ofereceu para o imigrante.

Visto “EB 2”: trabalhadores gabaritados

O visto “EB 2” é destinado para que profissionais extremamente gabaritados possam morar nos EUA. Nestes casos, o governo americano concede o green card para o trabalhador.

Há uma série de exigências detalhadas para cada subcategoria.

Basicamente, são os seguintes profissionais que podem obter esse visto:

  • Habilidade Excepcional.
  • Grau Acadêmico Avançado.
  • National Interest Waiver.   

Visto “EB 3” – Trabalhador com patrocínio de empresa americana

Para conseguir esse tipo de visto, o trabalhador imigrante necessita que um Sponsor (empresa americana) queira contratá-lo e “patrocine” a ideia de conceder o seu visto perante o governo americano.

Requisitos para concessão do visto “EB 3”:

  • Oferta para emprego de tempo integral;
  • Não ter profissional qualificado disponível nos EUA.

Ou seja, é preciso que a empresa americana (patrocinadora) consiga demonstrar que é indispensável a contratação do imigrante.

6. Vistos “F”: Visto para estudar nos EUA

O visto “F” é um visto muito amplo e que se aplica aos mais diversos níveis de escolaridade ou tipos de estudos nos Estados Unidos. São dois os tipos de visto “F”. Confira!

Visto “F 1”: Estudantes

O visto “F 1” é para os estudantes que desejam ingressar em cursos nas seguintes instituições americanas:

  • Escolas primárias privadas.
  • High School.
  • Universidade.
  • Escola de idiomas.
  • Conservatórios.
  • Seminários.
  • Entre outras instituições de ensino credenciadas.

O visto “F 1” é temporário mas poderá ser renovado e até pode gerar ensejo para uma petição de Green Card (visto permanente).

Este é um visto que exige vários requisitos e uma documentação extensa para fazer o pedido. Por isso, vale estudar mais a fundo como funciona.

Também pode ser interessante conferir o post sobre como funciona o ano letivo nos EUA.

Visto “F 2”: Dependentes de estudantes 

O visto “F 2” é destinado a um determinado grupo de pessoas que é dependente dos estudantes que conquistaram o visto americano “F 1” ou visto de estudante.

Estão autorizados de pedir o visto para os EUA “F 2”:

  • Cônjuges de imigrantes com visto “F 1”.
  • Filhos solteiros e menores de 21 anos de idade de imigrante com visto “F 1”.

Um detalhe importante sobre o visto para dependentes é que ele deve ser peticionado pelo próprio titular do visto “F 1”.

Além disso, o governo americano faz a exigência de que os dependentes possuam condições financeiras para estar em solo americano. 

7. Visto “J”: Intercâmbio nos EUA

Atualmente, existem diversos tipos de programas de intercâmbio nos quais você pode morar em solo americano e ter uma experiência cultural e/ou acadêmica.

Para estes casos, o governo americano disponibiliza o visto J-1. Agora, saiba mais sobre quais programas possibilitam a obtenção de um visto de intercambista.

Visto “J 1”: intercambistas nos Estados Unidos

Conheça alguns dos formatos possíveis de intercâmbio nos EUA com visto “J 1”:

  • Au pair: uma família anfitriã recebe um imigrante para fazer pequenos serviços domésticos, como apoiar no cuidado dos filhos pequenos.
  • Conselheiros de acampamento: mentores que vão participar de acampamentos em organizações devidamente reconhecidas nos EUA.
  • Médicos: para participar de treinamentos, cursos e especializações.
  • Professores ou pesquisadores: para participar de intercâmbio cultural que inclua atividades como cursos, eventos, palestras ou consultas em solo americano.
  • Estudantes universitários: para participar de programas acadêmicos qualificados para intercâmbio.
  • Trabalho e viagem: é um formato possível de intercâmbio para trabalhar e ainda ficar imerso na cultura americana por determinado período.

O governo americano ainda considera outras opções para conceder o visto “J 1”.

Dá para perceber que cada tipo de programa de intercâmbio possui suas especificidades e, por conta disso, exigências específicas para o candidato participar e obter o visto.

Visto “J 2” – Dependentes de intercambistas

Os dependentes de intercambistas também podem pedir o visto americano. No caso, o visto correto é o visto “J 2”.

São considerados dependentes de intercambistas e que podem pleitear o visto “J 2”:

  • Cônjuges de imigrantes com o visto “ J 1”.
  • Filhos (menos de 21 e solteiros) de imigrantes com visto “J 1” para intercâmbio nos EUA.

8. Visto “P”: Atletas e Artistas

Os vistos “P” são temporários e destinados a grupos específicos que vão participar de eventos, turnês ou competições em solo americano.

  • Visto “P 1”: visto americano para equipes esportivas ou atletas reconhecidos.
  • Visto “P 2”: visto americano para grupos de entretenimento com reconhecimento internacional.

Como conseguir o visto americano?

Aqui, abordamos apenas alguns dos tipos de visto americano. Para obter o green card e poder morar de forma permanente nos Estados Unidos, ainda há outro tipo de opção, como o visto para investidores. Para isso, você vai precisar estudar sobre como investir nos EUA.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado!

Se você deseja saber mais sobre visto para morar nos EUA, não deixe de conferir os nossos conteúdos e obter as principais informações para quem deseja viver nos Estados Unidos e descubra sobre como é morar em Orlando e como é morar em Miami.

Enquete

Resumo – Visto para os Estados Unidos

  • O visto para os Estados Unidos pode ser temporário ou permanente.
  • O visto temporário para os EUA também pode ser renovado.
  • Green Card é o visto para morar nos EUA de forma permanente.
  • O visto para quem quer viajar (turismo) para os EUA é o visto “B 2”.
  • O visto para realizar, de forma temporária, negócios nos EUA é o do tipo “B 1”.
  • O visto “C” é para quem vai precisar fazer um trânsito pelos EUA.
  • Existe um visto americano específico para tripulações (navios e aeronaves) –  o visto “D”.
  • “EB” é a sigla dos vistos de trabalho, com origem da expressão “Employment Based.”
  • Os vistos de trabalho podem ser temporários ou permanentes.
  • O visto “F 1” é o visto americano para estudantes.
  • Dependente de estudantes (pessoas com visto “F 1”) também podem pedir visto.
  • O visto para intercâmbio nos EUA é o visto “J 1”.
  • Dependentes de intercambistas (imigrantes com visto “J 1”) podem obter o visto americano “J 2”.
  • Atletas e artistas, com reconhecimento internacional, podem pleitear o visto americano “P”.

3 Replies to “Visto para os Estados Unidos: Tipos de vistos americanos

  1. Sou mergulhador comercial profissional a sete anos, possuo a credencial americana de mergulho ADCI e minha esposa técnica em enfermagem a 15 anos.
    Temos chance?

Fale conosco

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *